Mas isso é uma delícia

Jornalismo sério é isso aí. O autor do artigo do qual veio o trecho abaixo, Hugo RC Souza, não foi capaz nem mesmo de procurar o nome dos integrantes do Ordem Livre no Google.

O Cato Institute tem até um braço no Brasil, chamado Ordem Livre. É uma espécie de subsidiária nos trópicos comandada por jovens e engomados executivos brasileiros, formados nas escolas de gestores mais apreciadas pelos seus gurus ianques, e sempre prontos a cumprirem à risca a tarefa que enche seus bolsos de dinheiro e sua dignidade de lama: a de enraizar a cultura empresarial e os interesses do capital no seio das administrações públicas.

Hugo RC Souza criou um novo patamar de decadência jornalística. Antes você pensava: “Caramba, eles só devem olhar tudo no Google e na Wikipedia.” Mas agora não, nem isso. Nem o meu nome, que revelaria que a minha escola de gestão é a Faculdade de Letras da UFRJ, foi googlado. O site do Cato Institute nem foi visitado: no artigo Hugo RC Souza afirma que “quando se ouve ou lê um think tank falando em ‘paz’, trata-se da espécie de ‘paz’ que os ianques tentam levar ao Iraque, por exemplo”. O pequeno detalhe é que o Cato sempre foi contra a guerra do Iraque.

É, pessoal. Nem para digitar umas letrinhas na barra de endereços e ler o que aparece… Mas assim é a esquerda: tão cheia de si que nunca imagina que os fatos possam ser diferentes, para nem dizer mais complexos, que seus pensamentos.

Vai para o trono ou não vai?

Autor: Pedro Sette-Câmara

www.pedrosette.com

Um comentário em “Mas isso é uma delícia”

Os comentários estão encerrados.