Something of an Angel Light

Uma de minhas atrizes favoritas (que ela é linda, já ressaltei; mas ela também é muito boa), num filme fraquinho (disponível em torrent perto de você), vem provar mais uma vez a tese universalmente conhecida – a qual quero que seja para sempre celebrada – de que as mulheres devem usar vestidos. Aliás, de preferência floridos.




E agora também é possível ver o que Wordsworth quis dizer com “dusky hair” neste poema que foi feito para ela.

She was a Phantom of delight
When first she gleam’d upon my sight;
A lovely Apparition, sent
To be a moment’s ornament:
Her eyes as stars of twilight fair;
Like twilight’s, too, her dusky hair;
But all things else about her drawn
From May-time and the cheerful dawn;
A dancing shape, an image gay,
To haunt, to startle, and waylay.

Autor: Pedro Sette-Câmara

www.pedrosette.com