Interpretando expressões comuns

Esta é uma pequena lista, compilada desordenadamente, de clichês e suas interpretações. Contribuições para uma futura publicação podem ser enviadas para por e-mail.

Você é autoritário – você não concorda comigo.

Você tem a mente aberta — você concorda comigo.

Abra sua mente — passe a pensar exatamente como eu. (Recomendo responder abra você a sua.)

Ele é uma pessoa esclarecida — ele pensa exatamente como eu.

Forças populares — nós mesmos.

Demandas sociais — os objetivos do nosso partido. O mesmo que anseios da sociedade.

XXX é um patrimônio do povo brasileiro — alguns políticos e burocratas desejam enriquecer com XXX.

XXX é um direito de todos — quero obter um produto ou serviço sem ter que pagar.

Estou indignado com… — todo mundo vive de maracutaia, menos eu? Quero a minha parte, nem que seja por concurso!

Basta — esse negócio de os efeitos se seguirem às causas é muito opressor! Tudo deveria fluir de nossos corações lindinhos.

Vamos abrir o debate — vamos fazer isso de qualquer jeito, só vamos comunicar com um pouco de antecedência.

Desejamos ouvir a sociedade — desejamos ouvir nossos correligionários.

Tenho direito a um plano de carreira — quero aumentos de salário sem ter que trabalhar mais ou melhor.

Autor: Pedro Sette-Câmara

www.pedrosette.com

2 comentários em “Interpretando expressões comuns”

Os comentários estão encerrados.