O outro será sempre um inferno se quisermos instrumentalizá-lo

Bruno Tolentino, na transcrição parcial de sua palestra no encontro internacional de 2004 do movimento Comunhão e Libertação em Rimini, publicada pela revista Passos:

Hoje, na coletiva de imprensa, um jornalista me perguntou quem enfim tinha razão, do meu ponto de vista: Sartre, quando dizia que “o inferno são os outros”, ou Giussani, com tudo o que nos faz saber. Eu respondi que Giussani não nos faz saber nada, nos leva a dar atenção ao outro. O outro será sempre um inferno se quisermos instrumentalizá-lo, talvez até pensando no bem dele. Até quem mata está pensando no bem de alguém — aliás, aprendemos que esta é a fórmula mais segura para matar milhares e milhares de pessoas; um mundo melhor nos ajuda muito a assassinar um monte de pessoas. De qualquer modo, as coisas dependem desse olhar, de olhar um nos olhos do outro, […] pois é por isso que Cristo veio pessoalmente: se fosse para outra coisa, teria nos mandado um e-mail!

Autor: Pedro Sette-Câmara

www.pedrosette.com