Entrevista com o secretário do Papa

Bento XVI e secretário à direita

O secretário do Papa, Monsenhor Gaenswein, à direita do leitor

A entrevista em inglês está no Closed Cafeteria, mas você também pode ler o original alemão. Peter Seewald é o mesmo jornalista que fez a longa entrevista com o então Cardeal Ratzinger que constitui O sal da terra.

Selecionei um trecho a respeito de religião, mas há muitas observações sobre o dia-a-dia do Vaticano.

Peter Seewald: O filósofo francês René Girard, membro da Academia Francesa, prevê um Renascimento Cristão que será decisivo. Segundo ele, estamos “às vésperas de uma revolução em nossa cultura”. Esta mudança supostamente fará o Renascimento do século XV empalidecer na comparação.

Monsenhor Gaenswein: o elemento religioso têm recebido uma atenção inédita em anos. Após uma fase de indiferentismo, as pessoas mais uma vez estão preocupadas com a religião, com questões de fé. Vejo que sobretudo jovens que têm tudo ou poderiam ter tudo percebem: é possível fazer qualquer coisa, até mesmo destruir o mundo – mas não se pode ganhar a alma quando falta o essencial. A Igreja Católica possui tesouros que não ninguém mais pode oferecer. Maiores e mais duradouros que todas as ofertas políticas de “salvação”. Mas isto não acontece automaticamente. A fé vem de ser ouvida, e, como diz São Paulo, tem de ser proclamada.

Autor: Pedro Sette-Câmara

www.pedrosette.com