Manuel Bandeira fala sobre o comunismo

“Itinerário de Pasárgada”. Seleta de prosa, p. 332

Os comunistas aproveitaram a ocasião para praticar mais uma daquelas sordícies em que são mestres (…) Palavra de comunista não merece fé nem resposta? Era o que eu pensava. Vi, porém, neste caso que todo o cuidado com eles é pouco.

Autor: Pedro Sette-Câmara

www.pedrosette.com