Piauí

Dei um crédito à Zelite esquerdista deste brasilzão de meu Deus e comprei a revista Piauí. Não consegui ler mais de dez linhas de nada. É uma New Yorker jeca. A New Yorker ao menos teve dias de glória em seu passado. Rezemos para que Piauí os tenha no futuro. Mas é preciso rezar muito e demitir todo mundo.

Realmente gostaria de entender porque a revista se chama “Piauí”. Se alguém explica isso lá, devia estar depois das poucas linhas que agüentei antes de começar a pensar em outra coisa.

Mandei meu exemplar para a Austrália.

Autor: Pedro Sette-Câmara

www.pedrosette.com