A terra negativa

Pitoresca maneira de não existir;

a terra negativa, a pura geografia

sem história; o adjetivo pátrio retirado,

enfim, da profissão. Não sem haver protesto.

Mas que protesto, que linguagem venceria

a centrifugação inabalável, mórbida,

dos ídolos multiplicados pela turba?

Só se fosse em latim, o Ritual Romano.

Mamon uniu e dividiu, mas não a si.

E enquanto agem tão somente seus comparsas,

o horizonte tem a amplitude de um estômago,

ou, vá lá, de um cadáver esculpido à faca.

Os mortos andam. Eles sempre andaram nesta

floresta desde sempre imensa e inexistente.

Autor: Pedro Sette-Câmara

www.pedrosette.com