Luta de classes

Não quero entrar no mérito da questão, até porque dele nada sei.

Mas não existe coisa mais abjeta, mais reveladora do sórdido ódio nacional a quem quer que dê certo na vida, do que o regozijo geral com a ação da Polícia Federal na Daslu.

Vejam, por exemplo, a ridícula observação no artigo de Mauro Santayana no JB de hoje:

“A alta burguesia descobre, de repente, que não se encontra mais inalcançável. A prisão de Maluf é o segundo susto dos grandes ricos do país, depois da ação policial na loja Daslu.”

Autor: Pedro Sette-Câmara

www.pedrosette.com